Estádio de São Januário



São Januário, Rio de janeiro, Estadio do Vasco da Gama, templo do futebol, barreira do vasco, clube vasco da gama, estadio de futebol do Vasco da Gama situado no bairro de São Cristovão no Rio de Janeiro.

Nos primeiros anos do futebol no clube, o Vasco usou como estádio o campo do Andaraí, que depois se tornou campo do América, que numa permuta cedeu o terreno para construção do Shopping Iguatemi. Desde a ida para a primeira divisão, em 1923, a diretoria vascaína já traçava planos para a construção de um estádio próprio. Contudo, a idéia só foi levada mesmo a cabo após a criação da AMEA. Um dos motivos argumentados para a não inclusão do Vasco na nova liga era a falta de um estádio próprio. Por este motivo, foi-se então dado o pontapé para a construção de São Januário. Começava ali uma campanha intensa de arrecadação de verbas.
Em pouco tempo foram arrecadados Cr$ 690.895,00, o suficiente para a compra de uma grande área em São Cristóvão, de 65.445m². Feito isso, foram arrecados mais aproximadamente Cr$ 2.000,000, que puderam construir o estádio. A Pedra Fundamental foi dada em 6 de junho de 1926, quando da assinatura do prefeito do Distrito Federal, Alaor Prata. Para a construção foi chamada a firma dinamarquesa Cristiani & Severo. Ricardo Severo foi nomeado o arquiteto responsável pelo projeto do estádio. Durante a construção, um problema: o presidente da época, Washington Luís se negou a autorizar a importação de cimento belga – já utilizado no Jockey Club.
Sem aquele tipo de cimento, necessário para uma obra daquele porte, foi-se usada uma solução criativa e útil: uma mistura de cimento, areia e pedra britada. Estima-se que pelo menos 6.000 barris de cimento e 252 toneladas de ferro foram usadas na obra. Dez meses depois, o Estádio era inaugurado, com a presença de Washington Luís para se tornar o maior estádio do mundo novo. Até 1930, quando da inauguração do Estádio Centenário em Montevidéu (para a primeira Copa do Mundo) era o maior das Américas. Até 1940, quando da inauguração do Pacaembu, o estádio era o maior do Brasil, e até 1950, na inauguração do Maracanã, era o maior do Rio de Janeiro. Após mais de 80 anos desde sua inauguração, este templo do futebol continua sendo o maior estádio particular da cidade. No jogo inaugural,dia 21 de abril de 1927, uma partida contra o Santos, potência paulista da época.
O gol inaugural do estádio foi feito pelo santista Evangelista, aos 20 minutos do primeiro tempo. O primeiro gol vascaíno foi marcado pelo jogador Negrito aos 23 minutos do primeiro tempo. O Santos ganhou de 5 a 3, com dois gols de Evangelista, Feitiço, Osmar e Araken Patuska. Antes da partida houve várias solenidades, culminando com o corte de uma fita simbólica pelo aviador português Sarmento de Beires, realizador da travessia Lisboa-Rio comandando o avião Argos. Em março de 1928 foram inaugurados os refletores e a arquibancada atrás de um dos gols. O jogo foi contra o time uruguaio Wanderers. O Vasco venceu por 1 a 0, com um gol do ponta-esquerda Santana, em um chute direto do escanteio. Nesse momento surgiu o gol olímpico, que recebeu esse nome em alusão ao fato de os uruguaios serem os campeões olímpicos da época.

 

300px-Sao_janu_sociais Sao_janu

DADOS TÉCNICOS

Nome Estádio Vasco da Gama Apelido Estádio São Januário “Colina Histórica” “Caldeirão” Local Rio de Janeiro, Brasil Construção 6 de junho de 1926 a 1927 Inauguração 21 de abril de 1927 Remodelado 2006 Expandido.  Proprietário Vasco da Gama Administrador Vasco da Gama

Gramado Grama natural (110 x 75m)

Equipes mandantes Vasco da Gama

Números

Capacidade 32.000 pessoas

Histórico Público recorde 40.209 pessoas1 (19 de fevereiro de 1978) Vasco da Gama 0 x 2 Londrina Primeira partida Vasco da Gama 3 x 5 Santos

Estátua de Romário
Em 2007 foi inaugurada no estádio de São Januário uma estátua de Bronze em tamanho natural do craque e ídolo vascaíno Romário. A estátua fica localizada dentro do gramado atrás da baliza à esquerda das cabines de rádio e TV, baliza está na qual Romário marcou seu milésimo gol. Segundo o então presidente do Vasco, Eurico Miranda, a estátua é uma homenagem a um atleta que tanto contribuiu com Vasco, sendo um dos maiores goleadores do clube e também uma homenagem ao milésimo gol do atacante.

 
       07_MVG_estarua7

Panoramica_vasco1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>