Pão de Açucar – Bondinho



bondinho-do-pao-de-acucar

          Pão de Açucar – Bondinho  – Turismo no Pão de Açucar

O Pão de Açúcar – Bondinho,  pela localização privilegiada, pela presença na história da cidade, pelo original acesso ao seu cume, é um marco natural, histórico e turístico da cidade do Rio de Janeiro. Marco natural, porque o pico do Pão de Açúcar está na entrada da Baía de Guanabara, sendo referência visual para os navegadores que, do mar ou do ar, o procuram por estar localizado na periferia da cidade. Marco histórico, porque aos seus pés, Estácio de Sá, em 1º de março de 1565, fundou a Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Estácio de Sá chegou ao Rio de Janeiro em 28 de fevereiro de 1565 e no dia 1º de março lançou os fundamentos da cidade, entre os morros Cara de Cão e Pão de Açúcar, por ser local de mais fácil defesa. O local permitia, não só a observação de qualquer movimento de entrada e saída de embarcações da baía, como facultava a visão interna de todos os possíveis invasores. Marco turístico, porque a inauguração do teleférico do Pão de Açúcar em 1912, projetou o nome do Brasil no exterior. O teleférico do Pão de Açúcar foi o primeiro instalado no Brasil e o terceiro no mundo, aumentando o desenvolvimento do turismo nacional. Não é sem razão que é chamado de a Jóia Turística da Cidade Maravilhosa.
 O Pão de Açúcar é a montanha brasileira que tem o maior número de vias de escaladas (cerca de 60 vias). Enquanto os bondinhos sobem e descem centenas de vezes, os alpinistas preferem chegar ao Pão de Açúcar por outros caminhos e seu próprio risco.

Preços e Horários

Adultos – R$ 80,00
Crianças menores de 06 anos – Grátis
Crianças de 06 a 12 anos – R$ 40,00*
Jovens de 13 a 21 anos – R$ 40,00* (mediante documento de
identidade)

*desconto não cumulativo

Os bilhetes vendidos nas bilheterias do Bondinho, na Praia Vermelha, só valem para o próprio dia da compra. Vendas para outros dias, somente pela Internet. Não há devolução de bilhetes por desistência do passeio, somente por parada técnica do Bondinho.

Regra para acesso ao Morro da Urca e Pão de Açúcar através das trilhas:

Trecho Morro da Urca – Praia Vermelha: R$ 25 (inteira) e R$ 12,50 (meia).
Trecho Morro da Urca – Pão de Açúcar – Morro da Urca: R$ 40 (inteira)
e R$ 20 (meia).

Formas de pagamento:

Bilheteria: dinheiro, cartões de crédito e débito.
(Horário de funcionamento: 8h30 às 19h30)
Autoatendimento: cartões de crédito e débito.


O portão de acesso à trilha a partir do alto do Morro da Urca fecha às 18h, seguindo o horário de funcionamento do Monumento Natural determinado pela Secretaria de Meio Ambiente do Município.

Filiados à FEMERJ estão isentos do pagamento mediante a apresentação da credencial.

Política de desconto

Conforme deliberação da empresa, a partir do dia 24 de julho de 2013 fica
estabelecida a seguinte política para venda de bilhetes com 50% de desconto:

1 – Idosos a partir de 60 anos:

Apresentação de documento oficial com foto. Lei 10741/03.

2 – Pessoas com deficiência:

Apresentação de qualquer um dos seguintes documentos: cartão especial
Riocard, Vale Social, Passe Federal, CRAS ou laudo médico emitido por órgão
público de saúde. Lei 4.240/03.

3 – Estudantes:

Apresentação dos seguintes documentos:
Rede particular: Carteira de Identificação Estudantil com foto, data de
vencimento visível e dentro do prazo de validade.
Rede pública: Riocard escolar e/ou documento impresso que comprove
matrícula de estudante em outro estado + documento oficial com foto, data de
vencimento visível e dentro do prazo de validade.
OBS.: Para estudantes estrangeiros, apresentar carteira de identificação estudantil com foto.
(*) Inclui: MBA, Mestrados, Doutorados e Pós-Graduação.

4 – Pessoas de 6 a 21 anos:

Apresentação dos seguintes documentos: carteira de Identidade original com
foto ou Passaporte Original válido.

Horários do  Pão de Açucar – Bondinho

Abertura da bilheteria – 08:00
Fechamento da bilheteria – 19:50

A partir de 10/10/2013 os bilhetes de acesso ao Bondinho estarão disponíveis apenas na Bilheteria da Praia Vermelha.

O fechamento do Parque acontece sempre 1 (uma) hora após o encerramento da bilheteria.

Primeira viagem Praia Vermelha / Morro da Urca – 08:10
Primeira viagem Morro da Urca / Pão de Açúcar – 08:20
Última viagem Praia Vermelha / Morro da Urca – 20:00
Última viagem Morro da Urca / Pão de Açúcar – 20:20
Última viagem Pão de Açúcar / Morro da Urca – 20:40
Última viagem Morro da Urca / Praia Vermelha – 21:00
Viagens de 20 em 20 minutos ou quando atingir a capacidade máxima (65 pessoas).

Solicitamos entrar em contato conosco no dia da sua visita, para confirmar o horário de funcionamento através do telefone (21) 2546-8400 ou no sitewww.bondinho.com.br

Estacionamento:
Não temos estacionamento no local. O visitante poderá fazer uso de vaga paga e monitorada pela
Prefeitura, desde que haja disponibilidade.

Duração da Viagem:

Praia Vermelha/Morro da Urca: 3 minutos.
Morro da Urca/Pão de Açúcar: 3 minutos.

Velocidade do Bondinho: Praia Vermelha/Morro da Urca:até 6 m/s (21.6Km/h)
Morro da Urca/Pão de Açúcar:até 10 m/s (36Km/h)
• Capacidade do Bondinho: 65 Passageiros
• Altura do Morro da Urca: 220 metros
• Distância Praia Vermelha/Morro da Urca: 538 metros
• Altura do Pão de Açúcar: 396 metros
• Distância Morro da Urca/ Pão de Açúcar: 749 metros

O Complexo Turístico dispõe de plataforma para cadeirantes e banheiros adaptados no Morro da Urca e no Pão de Açúcar.

HISTORIA DO PÃO DE AÇUCAR NO RIO DE JANEIRO

Idealizado em 1908 pelo engenheiro brasileiro Augusto Ferreira Ramos e inaugurado no dia 27 de outubro de 1912, o bondinho do Pão de Açúcar fez 90 anos em 2002. Primeiro teleférico instalado no Brasil  é um dos mais importantes ícones do turismo carioca, tornando-se uma das principais marcas registradas da cidade do Rio de Janeiro.

Nos meses de dezembro, janeiro, fevereiro e julho – de alta temporada – a freqüência diária chega a três mil pessoas. Nestas nove décadas de funcionamento, o bondinho recebeu a visita de turistas de todos os cantos do mundo. Figuras ilustres como o cientista Albert Einstein e o ex-presidente dos Estados Unidos John Kennedy já passaram pelo bondinho do Pão de Açúcar, além dos muitos artistas que se apresentaram no Morro da Urca, principalmente na década de 80. Em 1977, o equilibrista americano Steven McPeak caminhou sobre o cabo do teleférico, entre o Morro da Urca e o Pão de Açúcar, segurando uma vara metálica como contrapeso. Uma seqüência do filme “007 Contra o Foguete da Morte”, com Roger Moore como James Bond, filmada em 1979, ajudou a promover a cidade e o país no exterior. Em 1990, uma homenagem ao piloto Ayrton Senna expôs no Morro da Urca um carro de Fórmula 1. E, mais recentemente, em 2004,a Tocha Olímpica dos Jogos Olímpicos de Atenas e em 2007 a Tocha Olímpica dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro visitaram o Pão de Açúcar.

O Bondinho do Pão de Açúcar é um teleférico localizado na cidade do Rio de Janeiro, no Pão de Açúcar, sendo uma das atrações turísticas da capital fluminense, inaugurado em 27 de outubro de 1912.  A vista da Baía da Guanabara, considerada uma das paisagens mais belas do mundo, era o atrativo que levava curiosos e alpinistas a escalar o Pão de Açúcar, já em fins do século XIX.

 Segurança considerado um dos mais seguros do mundo pelas entidades internacionais de teleféricos de passageiros, há 90 anos o bondinho do Pão de Açúcar circula sem ter registrado nenhum acidente com vítimas. As atuais linhas são dotadas de dispositivos de segurança, com alarme em todos os pontos. Diariamente pela manhã, antes de receber os primeiros turistas, os bondinhos saem numa viagem de vistoria. O percurso é todo programado e controlado por equipamento eletrônico, que verifica 47 itens de segurança.

 

paodeacucar4-300x225

paodeacucar5-300x224 paodeacucar6


O ponto turístico é formado por três estações – a da Praia Vermelha, Morro da Urca e Pão de Açúcar – interligadas por quatro bondinhos – dois no trecho Praia Vermelha/Morro da Urca e dois no trecho Morro da Urca/Pão de Açúcar. O Morro da Urca tem 220m de altura e o do Pão de Açúcar, 396m. Vegetação rara Cercado por uma vegetação característica do clima tropical, com resquícios de Mata Atlântica, possui espécies nativas que em outros pontos da vegetação litorânea brasileira já foram extintas, e também raras espécies vegetais, como a orquídea “laelia lobata”, que só floresce em dois locais no planeta: no morro do Pão de Açúcar e na Pedra da Gávea,  no Rio de Janeiro.

Montanha brasileira com o maior número de vias de escaladas (até 1997 existiam 38), o Pão de Açúcar recebe diariamente centenas de alpinistas, montanhistas e ecologistas brasileiros e estrangeiros. Pólo Cultural Além de marco turístico e ecológico da cidade do Rio de Janeiro, o complexo também foi um importante pólo cultural. Na década de 70, passou a abrigar no anfiteatro do Morro da Urca – chamado “Concha Verde” – shows musicais que lançaram grandes talentos da música brasileira, numa programação que chegou a reunir 50 mil pessoas por ano.

morro-do-pao-de-acucar bondinho-pao-de-acucar-antigo paodeacucar3-300x214

Na obra trabalharam brasileiros e portugueses com equipamentos e materiais alemães, que foram transportados para o alto dos dois morros por centenas de operários realizando perigosas escaladas, numa ousada operação para a engenharia da época”, destaca Maria Ercília Leite de Castro, diretora geral da empresa. O trecho inicial, entre a Praia Vermelha e o Morro da Urca, numa extensão de 575m, foi inaugurado em 27 de outubro de 1912, quando 577 pessoas subiram ao morro da Urca no bondinho de madeira, com capacidade para 24 pessoas. No ano seguinte, em 18 de janeiro de 1913, foi inaugurado o trecho morro da Urca/Pão de Açúcar, com extensão de 750m. Em maio de 1969, já sob a administração do engenheiro Cristóvão Leite de Castro, a Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar, através de contrato assinado com o Governo da Guanabara, teria que duplicar a linha aérea, que passaria a ser servida por dois bondinhos.

A empresa resolveu, então, instalar novo e moderno teleférico, com quatro carros, cada um com capacidade para 75 pessoas. A obra, orçada em US$ 2 milhões, exigiu o desmonte de três grandes blocos de pedra do alto do Pão de Açúcar, pesando mil toneladas, e durou dois anos para ser concluída. No dia 29 de outubro de 1972 os atuais bondinhos começaram a funcionar. Troca de cabos Para a Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar, as comemorações pelos 70 anos do teleférico começaram em 14 de junho de 2002, quando o complexo turístico reabriu ao público, depois de 75 dias fechado para a troca dos oito cabos de sustentação dos quatro bondinhos, em atendimento às recomendações internacionais de substitui-los a cada 30 anos. O investimento da empresa nesta obra foi de US$ 852 mil.

Também foram feitas melhorias para prestar atendimento ao turista com mais qualidade: os bondinhos ganharam novos vidros e piso antiderrapante; as estações receberam nova iluminação, novo mobiliário e tratamento paisagístico. Também as lojas foram remodeladas, apresentando com qualidade os produtos oferecidos aos visitantes.Atualmente, o anfiteatro recebe exposições de artes, conferências de empresas, coquetéis de lançamento de produtos, jantares e festas. Desafio à engenharia A história do bondinho está diretamente ligada ao desenvolvimento da cidade: seu idealizador, Augusto Ferreira Ramos, imaginou um caminho aéreo até o Pão de Açúcar ao participar, em 1908, de uma exposição na Praia Vermelha em comemoração ao centenário da abertura dos portos às nações amigas. Com um capital inicial de 360 contos de réis, foi fundada então a Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar e, em 1910, foi iniciada a construção do primeiro teleférico brasileiro.

 Pão de Açucar

O morro do Pão de Açúcar é uma montanha sem vegetação em sua quase totalidade, sendo um bloco único de granito que sofreu alterações por pressão e temperatura, emergindo com o choque entre os continentes sul-americano e africano. Possui mais de 600 milhões de anos e 395 metros de altura. É circundado por um resquício de mata Atlântica. É um dos principais pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Há várias versões sobre a origem do nome.

Uma das mais conhecidas indica os portugueses como responsáveis. Durante o apogeu do cultivo da cana-de-açúcar no Brasil, após a cana ser espremida e o caldo fervido e apurado, os blocos de açúcar eram colocados em uma forma de barro cônica (para transportá-los para a Europa), denominada “pão de açúcar”. A semelhança do penhasco carioca com aquela forma de barro teria originado o nome.

                                                                Pão  de Açúcar – Bondinho

paodeacucar7

Hoje, a visão dos bondinhos, no seu constante vaivém, está incorporada à paisagem carioca. Construído, operado e mantido pela Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar, o complexo turístico Pão de Açúcar foi criado para o divertimento de milhares de pessoas num local privilegiado pela b Duração da viagem: Praia Vermelha/Morro da Urca: 3 minutos Morro da Urca/Pão de Açúcar: 3 minutos Altura dos morros: Morro da Urca: 220 metros Pão de Açúcar: 396 metros Distância entre as estações: Praia Vermelha/Morro da Urca: 528 metros Morro da Urca/Pão de Açúcar: 735 metros Dados dos bondinhos: Capacidade: 75 pessoas Capacidade média por hora: 1360 pessoas Velocidade no primeiro trecho: até 6 metros por segundo Velocidade no segundo trecho: até 10 metros por segundo Tempo médio de percurso: 3 minutos Como chegar: Ônibus: Do Centro, 107 De Copacabana, 511 Do Jardim Botânico, 512 Fonte: Cia. Caminho Aéreo Pão de Açúcar, Rio de Janeiro – Brasil.

O complexo do Pão de Açúcar, localizado no bairro da Urca e composto pelo morro do Pão de Açúcar (que dá nome ao complexo), morro da Urca e morro da Babilônia, é, juntamente com a estátua do Cristo Redentor, o maior cartão postal da cidade do Rio de Janeiro e um dos mais famosos do Brasil.

 

Localização e Acessos Pão de Açucar – Bondinho

O acesso ao Pão de Açúcar é na Avenida Pasteur Nº 520 no bairro da Urca. Desde o centro ou desde a zona sul pode-se chegar de ônibus na estação. Inclusive o ônibus Turístico City Rio, linha azul e laranja – tem ponto na praça General Tibúrcio, em frente a estação. Uma opção é descer na Enseada de Botafogo e dali caminhar contornando a Baía e conhecer o Iate Clube do Rio de Janeiro e vários edifícios tradicionais. Este trajeto demora aproximadamente meia hora.

 O Pão de Açúcar está localizado numa pequena península e nela se situam os morros: Urca de 220 mt. e Pão de Açúcar de 575 mt. A entrada é em frente à praça. Na Estação do Teleférico compram-se os ingressos. O preço é de aproximadamente U$ 8 por pessoa.

 A Estação conta com lojas de souvenirs, sanitários, centro de informações, telas e fotos da história do bondinho. O serviço funciona de 8:00 hs às 22:00 hs e saídas cada 30 minutos. A primeira linha chega no Morro da Urca. Desde o início da viagem a excitação é tamanha devido às paredes de vidro que o bondinho tem, o que permite ter ótimas vistas da praia Vermelha e o mar. A plataforma é bem ampla conta com lanchonetes, um restaurante, bares, várias lojas e sanitários e com trilhas no meio da vegetação e mirantes naturais onde as vistas são de quase 360 graus, nas quais o panôrama é lindo.

 Também pode-se passear de helicóptero tanto de dia como de noite, com diferentes percursos. É uma boa opção e a experiência é incrível. A segunda linha chega ao Pão de Açúcar. A vista é maravilhosa de 360 graus e ao descer é melhor ainda. Há um trilha que contorna a cima do Morro com muita vegetação e vistas ao mar. O regresso em subida faz perder o fôlego, vale a pena o esforço. Esta plataforma conta com os mesmos serviços que a outra, porém sem restaurante. Os preços são moderados. No regresso é possível descansar e beber alguma coisa na Praia Vermelha ou percorrer por meia hora a trilha Cláudio Coutinho, que começa no lado norte da praia, habilitada de 6 hs às 9hs. Outra boa opção é visitar o Pão de Açúcar pela tarde e presenciar desde o alto o pôr do sol e o Rio de Janeiro à noite, com todo o esplendor da cidade iluminada. Informação de contato local No voucher de confirmação serão incluídos os dados de contato do Operador e da InterHabit no destino. O passeio em serviço regular é compartilhado com outros passageiros e tem saídas em horários determinados. O ônibus faz o percursso de acordo com a localização de cada hotel (recomendamos consultar se o hotel encontra-se dentro da área de cobertura do serviço). Dependendo da lozalização do hotel, o tempo de percursso poderá ser mais extenso. O passeio em serviço privativo é exclusivo para o passageiro que o contrata. Os horários são definidos pelo próprio passageiro, de acordo com suas necessidades.

GALERIA DE FOTOS DO PÃO DE AÇUCAR


    PREÇOS DO BONDINHO

Galeria de Fotos

                                                                     Conheça o Cristo Redentor

 

 

Outros Serviços

  CORCOVADO  PONTOS TURISTICOS

 

One thought on “Pão de Açucar – Bondinho

  1. I really like and appreciate your article post. Will read on… Degman

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>