Paço Imperial



paco-imperial

O prédio foi construído no século XVIII para residência dos governadores da Capitania do Rio de Janeiro, passou a ser a casa de despachos, sucessivamente, do Vice-Rei do Brasil, do Rei de Portugal Dom João VI e dos imperadores do Brasil. Atualmente é um centro cultural. Pela sua importância histórica e estética, o Paço Imperial é considerado o mais importante dos edifícios civis coloniais do Brasil.

Um pouco da História

Casa dos Governadores e Vice-Reis O Paço Imperial é o edifício do lado esquerdo do largo. Ao fundo vêem-se, da esquerda para a direita, o Convento do Carmo, a Catedral e a Igreja da Ordem Terceira do Carmo. No centro, em primeiro plano, está o Chafariz de Mestre Valentim. A história do edifício começa em 1733, quando o governador Gomes Freire de Andrade, conde de Bobadela, pede ao rei D. João V licença para edificar uma casa de governo no Rio . Cerca de 1738 começa a construção do edifício, seguindo o projeto do engenheiro militar português José Fernandes Pinto Alpoim, no Largo do Carmo (ou da Polé), atual Praça XV, no centro da cidade colonial .

A nova Casa dos Governadores foi inaugurada em 1743. Aproximadamente na mesma época o Largo sofreu outras intervenções urbanísticas importantes, com a construção das casas de Telles de Menezes do lado oposto ao do Paço (também projetadas por Alpoim) e a inauguração de um chafariz, trazido de Lisboa, no centro do largo . Alpoim aproveitou os edifícios pré-existentes no local, o Armazém Real e a Casa da Moeda, na nova edificação, acrescentando dois pisos novos com janelas com pequenas sacadas e molduras de vergas curvas, na época uma novidade no Brasil. No interior há uma bela portada em pedra de lioz e vários pátios para a circulação, e o acesso aos pisos superiores se dá por uma bela escadaria.

Até 1808 a Casa da Moeda e o Real Armazém continuaram a funcionar no térreo . Em 1763, com a transferência da sede do Vice-Reino do Brasil de Salvador para o Rio, a Casa dos Governadores passou a ser a casa de despachos do Vice-Rei, o Paço dos Vice-Reis . O Paço Imperial é um edifício colonial localizado na atual Praça XV, no centro histórico do Rio de Janeiro, Brasil vale apena visitar.

Atualmente o Paço Imperial é um Centro Cultural onde ocorrem mostras dos mais variados tipos  de exposições. O Paço dispõe de uma biblioteca de arte e arquitetura . Site Oficial Serviço

BIBLIOTECA, ATIVIDADES EDUCATIVAS, LOJAS, RESTAURANTES E CINEMA
O Paço Imperial possui um rico espaço multicultural com programação diversificada de artes plásticas, cinema, teatro, música, biblioteca, atividades educativas, seminários e serviços de lojas e restaurantes.
Biblioteca Paulo Santos
Originária do acervo particular do arquiteto e historiador de arte Paulo Santos, a biblioteca do Paço conta com mais de 8 mil volumes e 250 títulos de periódicos, além de obras raras dos séculos XVI a XVIII sobre arquitetura, engenharia e literatura Brasileira e Portuguesa.A Biblioteca, aberta ao público para consulta, integra-se também, através do Setor Educativo, à programação do Paço Imperial propondo bibliografias de seu acervo ligadas às exposições e aos eventos. Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira das 13 às 17h.

Primeira Fotografia feita na América do Sul na praça XV

O Monumento à Primeira Fotografia feita na América do Sul. Instalada entre o Paço Imperial e o prédio anexo da Alerj, a obra foi oferecida ao Rio de Janeiro pela Prefeitura de Paris e faz parte do programa de comemoração dos 200 anos da Missão Artística Francesa no Brasil. Saiba mais

MAPA COMO CHEGAR AO PAÇO IMPERIAL
 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>