Meier



Méier

O Méier é um dos mais tradicionais e importantes bairros cariocas, estando localizado na Zona Norte do Rio de Janeiro, no Brasil. Apresenta duas aparências urbanas distintas: uma mais agitada nas áreas próximas da rua Dias da Cruz e da estação ferroviária, e outra mais calma nas ruas mais internas.

O Méier é habitado, na sua maioria, por famílias de classe média e é o décimo sétimo bairro carioca com maior IDH, de 0,931, sendo um dos mais valorizados da Zona Norte, só perdendo para o Jardim Guanabara (0,962), Maracanã (0,944) e o Grajaú (0,938). O Méier faz divisa com os bairros do Lins de Vasconcelos, Engenho de Dentro, Cachambi, Engenho Novo e Todos os Santos. É no bairro que se localiza o primeiro shopping do Brasil, o Shopping do Méier, inaugurado em 1963.

meier-dias-da-cruz4

                             Shopping Center do Meier o primeiro do Brasil


No século XVIII o bairro era uma fazenda de cana-de-açúcar. Em 1760 houve desentendimentos entre os Jesuítas (os donos da fazenda) e a Coroa Portuguesa que os expulsou do Rio de Janeiro. A fazenda então foi dividida em três partes: Engenho Novo, Engenho Velho e São Cristóvão. Em 1884, Dom Pedro II presenteou um amigo com parte das terras. Esse amigo tinha o nome de Augusto Duque Estrada Meyer (filho do comendador Miguel João Meyer, português de origem alemã e um dos homens mais ricos da cidade, no final do século XVIII), conhecido como Camarista Meyer por ter livre acesso às Câmaras do Palácio Imperial.

Por sua causa, a região ficou conhecida como “Meyer” (pronuncia-se “Maier”), e depois de um tempo os moradores aportuguesaram para Méier. Os primeiros habitantes da região eram escravos fugidos que formaram quilombos na Serra dos Pretos-Forros.

estacao-do-meier

                                      Estação do Meier


Cortado pela Estrada de Ferro Central do Brasil, a história do Méier às vezes se confunde com a dos trens. O aniversário da sua estação ferroviária é utilizado como data de fundação do bairro: 13 de Maio de 1889. A Estrada de Ferro foi de extrema importância para o início de um acelerado progresso da região, atualmente conhecida como Grande Méier. A partir da década de 1950 o bairro explodiu demográfica e comercialmente. Em 1954 o bairro ganhou o Imperator, na ocasião a maior sala de cinema da América Latina com 2.400 lugares. Em seguida foi a vez do Shopping do Méier se instalar no bairro, o primeiro do gênero a ser inaugurado no Brasil.

Um dos grandes problemas do Méier é o trânsito. O aumento de tráfego após a implantação da Linha Amarela somado as vias de acesso que ainda mantém um dimensionamento obsoleto complicam o trânsito na região, tornando-o por vezes caótico. Quem vem do Centro enfrenta congestionamentos na avenida 24 de Maio e quem sai da Linha Amarela observa trânsito lento em ruas como Arquias Cordeiro, Borja Reis e Dias da Cruz, principalmente no horário de rush.

meier-dias-da-cruz1

                                   Centro nervoso do Méier rua Dias da Cruz


É um dos principais pólos comerciais da cidade e um dos bairros cariocas que mais vem se desenvolvendo. O início deste novo ciclo de progresso começou com a concretização da Linha Amarela. É possível observar o surgimento de construções de grandes condomínios e prédios de alto padrão, em maior parte nas ruas transversais à rua Dias da Cruz. A construção do Estádio João Havelange, no bairro vizinho do Engenho de Dentro, promete alavancar de vez o comércio local, que hoje apresenta sinais de recuperação após um período de decadência por conta da concorrência do Norte Shopping. Alvo de reclamação de seus moradores, as opções de lazer no bairro deixam a desejar.

 meier-inicio-dias-da-cruz


Rua Dias ca Cruz com Av. Amaro Cavalcanti 

Historia do Bairro do Méier

O bairro era uma fazenda de cana-de-açúcar. Em 1760, houve briga entre os jesuítas proprietários e a coroa portuguesa, que os expulsou do Rio de Janeiro. A fazenda, então, foi dividida em três partes: Engenho Novo, Cachambi e São Cristóvão. Em 1884, Dom Pedro II presenteou um amigo com parte das terras. Esse amigo tinha o nome de Augusto Duque Estrada Meyer, (filho do comendador Miguel João Meyer, português de origem alemã e um dos homens mais ricos da cidade no final do século XVIII), conhecido como “camarista Meyer” por ter livre acesso às câmaras do palácio imperial.

Devido a isso, a região ficou conhecida como “Meyer” (pronuncia-se “Maier”). Depois de certo tempo, os moradores aportuguesaram o termo para “Méier”. Os primeiros habitantes da região eram escravos fugidos que formaram quilombos na serra dos Pretos Forros.

Cortado pela estrada de ferro Central do Brasil, a história do Méier se confunde com a dos trens. O aniversário da sua estação ferroviária é utilizado como data de fundação do bairro: 13 de Maio de 1889. A estrada de ferro foi de extrema importância para o início de um acelerado progresso da região, que é, atualmente, conhecida como Grande Méier. A partir da década de 1950, o bairro explodiu demográfica e comercialmente. Em 1954, o bairro ganhou o Imperator, na ocasião, a maior sala de cinema da América Latina, com 2 400 lugares. Em seguida, foi a vez do Shopping do Méier se instalar no bairro. Foi o primeiro do gênero a ser inaugurado no Brasil.


No Bairro do Méier tem !

Hospitais
O Méier conta com o Hospital Municipal Salgado Filho, um dos hospitais de emergência da rede de saúde da Prefeitura do Rio de Janeiro. O hospital iniciou suas atividades em 12 de outubro de 1920 sob a denominação Serviço Auxiliar do Pronto Socorro do Méier. Em 28 de novembro de 1951, troca de nome para Dispensário do Méier. Somente em 27 de março de 1963 é finalmente inaugurado com a denominação de Hospital Estadual Salgado Filho. Em 17 de março de 1977, o novo Hospital Municipal Salgado Filho, com um bloco principal (subsolo e 7 andares), possuindo dois anexos (um com 3 e outro com 2 andares) é inaugurado pelo Prefeito Marcos Tamoio e seu Secretário de Saúde, Dr. Felippe Cardoso Filho. Na rua Ana Barbosa está situado o Posto de Atendimento Municipal César Pernetta. 

hospital-salgado-filho
Hospital Salgado Filho
hospital-pasteur-meier
Hospital Pasteur


Próximo ao Méier, no bairro Todos os Santos, está situado o Hospital Pasteur, inaugurado em 2005. Com atendimento 24 horas, possui emergência, clínica médica, ginecologia/obstetrícia, cirurgia geral, ortopedia , radiologia e heliponto .

Cultura
O bairro já possuiu varios cinemas. O mais famoso deles foi o Imperator . Os outros são: Art Méier (na rua Silva Rabelo) e Bruni Méier (na rua Amaro Cavalcanti) e o Paratodos (na rua Arquias Cordeiro), todos fecharam com a chegada dos shopping. Em 1991, o Imperator foi transformado em casa de espetáculos, mas encerrou suas atividades em 1995. Todos os demais cinemas também foram fechados ou transformados em igrejas .
O bairro conta com o Centro Dança Rio, fundado em 1973, que teve entre suas alunas gente famosa da televisão.

Imperator

 

Imperator
Imperator site Oficial

Aberto ao público em 1954 com 2.400 lugares, era considerado a maior sala de cinema da América Latina e marcou toda uma geração de espectadores. A entrada do cinema era o ponto de encontro da juventude transviada .

Até a década de 1980 o Imperator teve uma frequência de público bastante generosa, com extensas filas na sala , mas depois ficou fechado por aproximadamente 16 anos.

O Imperator foi reinaugurado como o Centro Cultural João Nogueira no dia 12 de junho de 2012.


Educação

O bairro possui hoje campus de universidades, diversas escolas particulares (algumas quase centenárias), escolas estaduais e municipais. Destacam-se o Colégio Imaculado Coração de Maria fundado em 1914 na antiga rua Imperial, atual Aristides Caire e o Colégio Metropolitano fundado em 1932 na rua Dias da Cruz (onde hoje fica o Shopping do Méier) e tem três unidades no bairro. São diversos cursos de idiomas (alguns de grande tradição como Brasas, CCAA, Cultura Inglesa e Ibeu), pré-vestibulares(como o Keppler), informática e outros cursos (como o Kumon). Há ainda uma academia de dança tradicional (Centro Dança Rio) e o Sport Club Mackenzie.
A rua Dias da Cruz se transforma em área de lazer aos domingos e feriados das 8 horas às 18 horas das ruas Hermengarda / Ana Barbosa até as ruas Magalhães Couto / Dona Claudina. Como os ônibus são desviados da rua Dias da Cruz, o trecho entre a travessa Comendador Filips e rua Dona Claudina fica com o tráfego de carros reduzido


Jardim do Meier

 
jardim-do-meier4
O Jardim centenário é uma das áreas de lazer do subúrbio do meier. Quem conhece Méier há algum tempo pôde observar o bairro crescer em volta do Jardim. O Fórum, Corpo de Bombeiro , Quartel da Polícia Militar, Delegacia, Hospital Salgado Filho e muito comercio surgiram depois da construção do Jardim no ano de 1916. Na época as estações de trem eram os principais pontos de destaque dos bairros da central, local por onde se desenvolvia cada bairro da região.

jardim-do-meier2


MAPA DO BAIRRO DO MEIER


Exibir mapa ampliado

 

 

Videos do Méier

Fotos do Bairro do Méier


bombeiros-meier

 Quartel dos Bombeiros no Méier

forum-do-meierForum do Méier – R Aristides Caire 53 -Meier
pista-skite-meierPista de Skate do Méier
viaduto-do-meier2Viaduto do Méier
trem-no-meierLinha do Trem no Méier
rodoviaria-do-meier2Rodoviaria do Méier

Fotos : Amwind – oriodejaneiro.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>