Catete




Bairro do Catete no Rio

É um bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro, com forte comércio de rua e população na maioria de classe média, com áreas mais para a classe média alta, no entorno do Aterro do Flamengo e do Largo do Machado e outras para a classe baixa, nas favelas Santo Amaro e Tavares Bastos.Por ser de ocupação muito antiga, remontando ao período colonial, o Catete tem ainda inúmeros sobrados e prédios históricos ou arquitetonicamente relevantes. Alguns já foram demolidos à custa de uma suposta “modernidade”, como foi o caso do fabuloso Cine Azteca. O bairro já foi um dos mais nobres da cidade antes da transferencia da capital da cidade do Rio de Janeiro para Brasília. Após a transferência o bairro entrou em uma certa decadência, principalmente devido à sua grande população de rua.

Catete é adjacente à Glória, a Laranjeiras, Santa Teresa e ao Flamengo.

A principal via do bairro é a Rua do Catete, que se estende da Praça José de Alencar até o Largo da Glória.

O bairro abriga o Palácio do Catete, antiga sede da presidência da República no Brasil, atualmente convertido em um museu. Por conta do Palácio, o bairro abrigava até a década de 1960 várias embaixadas e consulados, como o do Uruguai.

Também se localizam no bairro a estação de metrô do Catete, os Museus do Folclore e do Telefone.

catete4

catete1


História do Bairro do Catete

Um pouco de história, o caminho do Catete, hoje Rua do Catete, já existia antes da chegada dos portugueses e franceses no Rio de Janeiro, pois relatos muito antigos descrevendo as batalhas entre Portugal e França (os franceses lutavam com o auxílio dos índios Tamoios), já se referem ao Catete de uma maneira corriqueira. O local era habitado pelos índios da aldeia Uruçumirim (Uruçu=Abelha; Mirim=pequeno), chefiada pelo temido Cacique Biraçu Merin.


Rio Catete

É certo também que junto ao Caminho do Catete havia um braço do Rio Carioca (Cari=Branca, Oca=Casa); nascia no Morro do Corcovado (onde fica a estátua do Cristo Redentor) e desce pelo Bairro das Laranjeiras, chegando onde hoje é o Largo do Machado e a Praça José de Alencar, formava uma espécie de lago, de onde, saia o Rio Catete, paralelo ao Caminho do Catete. O rio ficava do lado esquerdo do então Caminho do Catete de quem vai para a Zona Sul; mas se o rio logo foi aterrado, o Caminho do Catete continuou. O Rio Catete, desembocava na Praia do Russel, que foi completamente aterrada por ocasião das obras, primeiro da abertura da Avenida Beira Mar e depois com as obras para a construção do Parque do Flamengo.

Palácio do Catete


O bairro se tornou importante após o Palácio do Catete se tornar a sede do governo federal em 1897 que se manteve lá até a construção de Brasília em 1960.

Localiza-se no bairro do Catete, na cidade do Rio de Janeiro.  A partir desse ano, a sede do poder executivo foi transferida para a recém-inaugurada cidade de Brasília. A partir da década de 1970, o palácio passou a abrigar o Museu da República, função que continua a exercendo até hoje.

Museu da Republica

Foi inaugurado em 15 de novembro de 1960 pelo presidente Juscelino Kubitschek, após a inauguração de Brasília.

Em seu acervo, estão obras de pintores importantes para a história do Brasil, como João Batista Castagneto (1862-1900) e Armando Viana (1897–1991).

O Centro de Referência ainda abriga o acervo original da época em que o Palácio do Catete era sede da Presidência da República, o que inclui doações pessoais, como a Coleção Pereira Passos, a Coleção Igreja Positivista do Brasil, a Coleção Getúlio Vargas e a coleção Memória da Constituinte.

 

                                      Mapa do Bairro do Catete

 


Exibir mapa ampliado

 


         Videos do bairro do Catete

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>