Arcos da Lapa



O bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, conhecido como berço da boemia carioca, também é famoso pela arquitetura, a começar pelos Arcos – conhecidos como Arcos da Lapa, construídos para funcionarem como aqueduto nos tempos do Brasil Colonial e que agora servem como via para os bondinhos que sobem o morro de Santa Teresa e também como cartão postal do bairro da Lapa.

arcos1Restauração dos  Arcos da Lapa, no Centro do Rio, um dos principais monumentos da cidade e cartão postal do bairro boêmio. O projeto, que prevê serviços de revitalização e pintura, é executado pela Gerência de Monumentos e Chafarizes, da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, com acompanhamento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O investimento é de R$ 1.040.301,70. A conclusão  está prevista para o mês de julho antes das Olimpiadas 2016. Saiba mais

História dos Arcos da Lapa

Os Arcos da Lapa que era o Aqueduto da Carioca é considerado a obra arquitetônica de maior importância do Rio Antigo e um dos principais símbolos da cidade. A grande construção em estilo romano tem 17,8 metros de altura, 270 metros de extensão e 42 arcos que ligam o bairro de Santa Teresa ao Morro de Santo Antônio. Êle foi construído em 1723, no período do Brasil Colonial e tinha, como objetivo, conduzir a água do Rio Carioca da altura do Morro do Desterro, atual bairro de Santa Teresa, para o Morro de Santo Antônio. A obra ajudaria a resolver o problema da falta de água na cidade. Problema este que já era antigo. Os estudos para trazer as águas do Rio Carioca para a cidade começaram nos primeiros anos do século XVII, mas as obras de instalação de canos de água no Rio de Janeiro só tiveram início um século depois.

O atual Arcos da Lagoa foi inaugurado em 1950. O primeiro bondinho elétrico passou a utilizar a passagem dos Arcos em 1º de setembro de 1896.

Para quem quiser passar por êles terá que esperar o retorno dos bondinhos de Santa Teresa por enquanto só fotos.

 

Mapa como chegar aos Arcos da Lapa
 


Exibir mapa ampliado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>